sábado, 24 de maio de 2008

Vou ficar bem sem você!!!

Pessoas do meu Brasil baronil (cafonérrimo)



Agradeço pela atenção das senhoras e senhoras como diz minha amiga I. mas não se preocupem eu estou muito bem...
Quando escrevo esses contos aqui eu dou uma exagerada básica... Tipo já pensou o que seria de Fernando Pessoa e Carlos Drummond de Andrade sem o exagero? Não que eu seja uma escritora famosa mas quem sabe um dia né?! (Sonhar não custa nada).



Voltando aos contos exagerados e nem sempre tão verdadeiros...



A semana se passou de uma maneira diferente... e ainda bem que ela passou.

Algumas situações já não provocam aquele aperto no peito.
Alguns pensamentos deixaram de existir.
Algumas frases não foram ditas,
Outras foram ditas com mais frequência...
As ligações continuam porém não tem mais o mesmo entusiasmo, a mesma paixão.
Algumas coisas foram esclarecidas, mas apenas dentro de mim.
Começo a perceber o que se passa a meu redor.
Meu coração me surpreende, já não dói...
Dentro de mim encontro um vazio...
Começo a me acostumar com a sua ausência.

Percebo que nem tudo vale a pena, e talvez algumas coisas passem a ter mais valor agora.
Será que sou eu que tenho que chorar???
Tantos problemas a serem resolvidos não posso perder meu tempo com lágrimas.
Percebo que a mesma situação é vista de formas muitooo diferentes.
As prioridades não são as mesmas o que muda toda o rumo da história...
Mentiras camuflam a falta de coragem,
Talvez seja falta de vontade!!!

Comodismo -

Definição: Atitude de quem atende, acima de tudo, o próprio bem - estar.

A saudade existi mas não consigo colocá-la em primeiro lugar.
O amor ainda respira, bem fraquinho parece estar perdido em meio a uma confusão de sentimentos.
A mágoa chegou bem espaçosa, e parece ser a dona da situação.
Já não acredito nas palavras, por isso agora vivo buscando suas definições, talvez nunca mais acredite.
Você me roubou a inocência, me fez abrir os olhos diante do que eu teimava não ver.
Me fez odiar o silêncio...
Foi no seu silêncio que eu descobri todas as suas verdades.
Tive medo da solidão, mas você me mostrou que tudo ficará melhor com o tempo...
Tudo que sei é que vou ficar bem.
Será difícil quando eu olhar em minha volta e nada mais me lembrar você.
E mesmo que eu realmente te ame... Eu voltarei a sorrir!!!
Eu deixarei você ir pra que possa ser livre.
Vou viver a minha vida como ela deve ser.
Não importa o quão difícil seja, vou ficar bem sem você!!!





2 comentários:

bebzinha disse...

É amica.
Nesse momento eu concordo com o tio Leoni na música 50 receitas.
Tudo isso vai passar... Você sabe né?
Nada como o bom e sábio tempo... E nós cansamos... Por mais que pareça impossível, isso acontece.
Continue bem e qlq coisa vc já sabe.
Beijos mica
Amo te

M. disse...

estou por aqui sempre. só pra vc ter certeza disso.
beijos e te amo, prima!